Cookies

Usamos cookies para lembrar suas preferências e lhe proporcionar a melhor experiência em nosso site. Favor clicar no
botão para aprovar o nosso uso de cookie. No entanto, se você quiser, pode mudar sua configuração de cookies a qualquer momento.

 

Malawi, Africa

Vila Mthyoka

Esquema de poupança e empréstimo

Em Mthyoka foram identificadas 30 casas vulneráveis, as quais receberam subvenções condicionais. Os beneficiários montaram negócios individuais e de grupo e criaram um esquema de poupança e empréstimo que beneficiou não somente seus filhos, mas também as escolas e a comunidade local.

Localizada a 33 quilômetros de Lilongwe, a capital de Malawi, a Vila Mthyoka possui um número razoável de pequenos agricultores de tabaco e o sustento das pessoas que lá vive depende de negócios agrícolas e de pequeno porte. Durante a estação de cultivo, os pequenos agricultores de tabaco costumavam colocar seus próprios filhos ou outras crianças para trabalhar em suas plantações. Isso era considerado uma prática normal pela maioria das pessoas da vila. No entanto, quando a Arise iniciou sua atividade lá em 2011, foi criado um Comitê Comunitário de Trabalho Infantil com apoio dos líderes da comunidade, e foram identificados 30 lares vulneráveis. As mães dessas famílias receberam, cada uma, um empréstimo condicional de capital de MWK 24.000 (US$ 56) para apoiar seus negócios individuais e em grupo. As mulheres foram divididas em três grupos de dez mulheres cada um. A condição para o empréstimo era de que dois filhos de cada uma das mulheres tinham que se matricular e permanecer na escola e não serem colocados em trabalho infantil.

Juntamente com o treinamento e os investimentos condicionais de capital, mulheres montaram negócios individuais e em grupo. Elas também formaram um esquema de Poupança e Empréstimo para a Vila, que lhes permite poupar e tirar empréstimos de seu grupo. As mulheres começaram trabalhando juntas e apoiando umas às outras em seus negócios e, até 2013, tinham acumulado um total de MWK 675.000 (US$ 1.614) em suas poupanças de grupo. Elas distribuíram o dinheiro de acordo com o investimento feito por cada uma e começaram a poupar mais uma vez. Seus filhos estão indo à escola regularmente e, com o produto de seus negócios, elas também conseguiram dar apoio a 21 outros filhos fora do programa da Arise em suas vilas. Elas compraram equipamento adicional de jogos para os programas extraclasse das crianças, especificamente duas bolas de netball, duas bolas de futebol e uma corda de pular.

"Agora nós entendemos que o trabalho infantil é uma ameaça à educação de nossos filhos e ao desenvolvimento de nossas comunidades. É por isso que estamos trabalhando bastante em nossos negócios para ajudar nossos filhos a permanecer na escola", disse Bezita Maxwell, integrante de um dos grupos de agronegócio de mulheres.

As integrantes do Comitê monitoram a frequência escolar das crianças. Elas também visitam todos os pequenos agricultores de tabaco da vila para monitorar o trabalho infantil. Após cada visita, é feito um relatório que inclui recomendações para um plano de ação e é divulgado em todo o comitê. Até o final de 2013, o Comitê da Vila Mthyoka havia retirado 28 crianças de trabalho perigoso.

HISTÓRIA DE SUCESSO

Novos materiais para as escolas

Ambientes de aprendizado são importantes. Em Malawi, avaliamos as escolas que apoiamos para determinar suas necessidades e fornecemos novos materiais onde conseguimos.

Leia mais

HISTÓRIA DE SUCESSO

Poupança e empréstimo nas vilas

Em Malawi, a ARISE deu treinamento de habilidades gerenciais para mulheres e ajudou a criar novos negócios.

Leia mais

ONDE TRABALHAMOS

Brasil, Malawi e Zâmbia

Chegamos a milhares de crianças e suas famílias.

Leia mais